Fintechs usam Pix para diversificar oferta de produtos

Leitura: 3 min Diversificar a cesta de produtos é uma forma de atrair novos clientes.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Possuir um portfólio variado e que permita a sua empresa ofertar diversos serviços financeiros é uma maneira de se destacar em meio a tantos outros negócios. Percebendo essas oportunidades é que as fintechs têm corrido na frente das instituições tradicionais. E como elas vêm conseguindo isso? Oferecendo aos usuários algumas das funções do Pix que são pouco comuns até o momento. 

Um exemplo é o Pix Parcelado, que funciona como um empréstimo pessoal.  Na hora de realizar um pagamento com Pix, o usuário escolhe o valor, o número de parcelas que deseja e vê os juros cobrados pela operação. Ao finalizar a operação, a transferência é automaticamente enviada ao recebedor, que tem acesso ao valor integral. Uma das empresas que está surfando nessa onda é a PicPay. 

“O recurso de pagar depois com o Pix pode ser como um empréstimo na conta ou um pagamento no cartão de crédito. Na guerra das carteiras digitais, você tem todas as armas ou você está desarmado”, disse Gilmar Hansen, vice-presidente sênior do RecargaPay em publicação no site InfoMeney.

Além da disponibilização do Pix Parcelado, algumas empresas têm criado seguros, já que o índice de roubos de celulares vem aumentando.  Além disso, há fraudes que tem o intuito de forçar os usuários a realizar transferências. 

Esses crimes envolvendo o Pix aumentaram junto com o número de usuários que adotaram a ferramenta. Essa foi uma oportunidade de mercado percebida pela PicPay que passou a oferecer um seguro contra Pix feito sob coação. A solução foi criada em parceria com a Kovr Seguradora, e cobre outras modalidades de crimes também.

Recentemente publicamos um texto em nosso blog falando sobre algumas das formas que as empresas podem ajudar a prevenir possíveis golpes e fraudes aos seus clientes durante transações feitas através do Pix. Confira mais clicando aqui.



As oportunidades vistas pelas fintechs

Uma das possibilidades para as fintechs estarem conseguindo oferecer outras funcionalidades do Pix e as instituições tradicionais não, pode estar atrelada a questão da transparência com os usuários. 

Desde que foram criadas, as startups financeiras priorizam por uma relação clara, o que acaba gerando a proximidade com os clientes. Ponto no qual os bancos tradicionais ainda encontram problemas e acabam gerando confusão com os próprios usuários.

O analista da XP Investimentos, Renan Manda, alerta para a necessidade de informar de maneira clara as taxas cobradas em diferentes tipos de Pix, como o parcelado. Isso pode evitar que os consumidores se sintam enganados pela instituição. 

Manda também aponta que este atraso para oferecer novas soluções por parte dos “bancões” pode estar associado a questões de segurança. “Existem etapas do Pix que ainda não saíram porque os bancos precisam desenvolver seus sistemas junto ao BC, buscando encontrar falhas e inconsistências”, afirma o analista ao site InfoMoney.

Estar atento às novidades do mercado é um aspecto importante a ser levado em conta por todos que desejam oferecer serviços e produtos financeiros. Por isso, estar sempre preparado é necessário.

Quer saber mais sobre o mundo das finanças, tecnologia e inovação? Para isso, basta acompanhar as postagens em nosso blog, nos seguir nas redes sociais e escutar o podcast em nosso canal no YouTube e nas plataforma de áudio Spotify! Vem com a Phi!

Fontes:
https://www.infomoney.com.br/minhas-financas/fintechs-usam-o-pix-para-ofertar-servicos-antes-dos-bancos/
https://www.suno.com.br/noticias/pix-bancos-fintechs-servicos/

Nossas Redes Sociais

Siga-nos para mais conteúdos

Faça parte da nossa Newsletter!

Posts Relacionados

Inscreva-se em nossa Newsletter!

Esteja sempre por dentro dos conteúdos mais importantes do mundo das fintechs e do mercado financeiro!​

Já está indo? Que pena!

Antes, inscreva-se em nossa newsletter e esteja sempre atualizado sobre o mundo de finanças, tecnologia e inovação!