Pagamento invisíveis: diminuindo o atrito para fidelizar clientes

Leitura: 3 min Cada dia mais comum, essa é uma ótima solução, tanto para empresas, quanto para clientes.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

O avanço das tecnologias tem transformado a nossa vida, mesmo nos momentos mais cotidianos. Antigamente para para pedir um táxi, por exemplo, era preciso ligar para um ponto ou central, ou, ainda, acenar para um na rua e torcer para que ele já não estivesse ocupado.

Hoje isso parece coisa de outro mundo, pois basta você solicitar uma viagem através de aplicativos. Essa modernização dos costumes acontece também com pedidos de comida e tantos outros serviços. Quando realizamos esse tipo de ação, geralmente o pagamento é feito automaticamente dentro da ferramenta, sem que o usuários precise digitar os dados do seu cartão a cada nova solicitação. Eis o pagamento invisível.

Essas operações simplificadas se tornam praticamente imperceptíveis para o consumidor que muitas vezes nem notam que as estão efetuando. Mas, se essas transações já fazem parte do nosso cotidiano, por que estão sendo vistas agora como uma evolução para o futuro do setor? Continue a leitura e entenda!



Evoluindo na maneira de pagar

O termo “pagamentos invisíveis” refere-se às transações online que podem ser iniciadas e concluídas sem nenhuma interação específica, como pedir os dados do cartão.

Essa solução tem se popularizado, pois pode ser usada em diferentes situações, não somente nos aplicativos móveis. Há os exemplos do uso dos pagamentos invisíveis em e-commerces e nas compras presenciais. As empresas têm optado cada vez mais pela utilização desse recurso, já que com ele é possível reduzir os atritos no pagamento e assim melhorar a experiência de compra do cliente. 

Porém, nem sempre foi assim. Durante muito tempo o uso dos cartões de crédito e débito foi a forma mais comum para que os usuários pudessem pagar pelos produtos comprados, o que era considerado bom, já que não havia a necessidade de carregar quantias em dinheiro ou de preencher cheques .

Com os avanços da tecnologia, especialmente a popularização dos smartphones, surgiram as carteiras digitais, que possibilitam os pagamentos sem contato, apenas desbloqueando o dispositivo, segurando-o próximo a um terminal habilitado e confirmando o pagamento.



Conheça alguns exemplos de pagamentos invisíveis

Entendo melhor o conceito do que são e como funcionam os pagamentos invisíveis, confira abaixo como algumas empresas podem utilizar o mecanismo.

  • Pagamento Recorrente: Quando o pagamento ocorre de maneira automática ele pode ser considerado invisível. Se durante a primeira compra ousuário cadastrar a forma de pagamento que deseja utilizar, nas próximas faturas serão usados os dados já registrados na plataforma, de forma segura e extremamente simples. Um bom exemplo são as assinaturas de serviços de streaming, como a Netflix.

  • Compras com um clique: Esta modalidade também é considerada como um pagamento invisível, já que ao cadastrar uma única vez o cartão de crédito, em algumas plataformas os dados ficam armazenados, fazendo com que as transações sejam mais ágeis, devido à tokenização, tecnologia que usa criptografia. A única interação do usuário será durante a escolha dos produtos.

  • Tags veiculares: Presente há algum tempo no Brasil, essa tecnologia visa facilitar a cobrança automatizada de veículos em pedágios e estacionamentos. Instituições financeiras como o C6 Bank, disponibiliza aos clientes uma tag adesiva com um QR Code e que deve ser posta no para-brisa do veículo. O cliente pode colocar um saldo ou escolher um método de pagamento para utilizar. Ao se aproximar de uma cancela é feita a leitura da tag e a cancela é liberada para a passagem do veículo.


Agora que você sabe o que são os pagamentos invisíveis, como e quando eles estão presentes no nosso dia a dia, podemos dizer que entres os principais benefícios do seu uso estão a otimização no processo de compra e pagamentos, geração de menos atritos e a possibilidade de uma experiência satisfatória para os usuários. 

Estes pontos também beneficiam as empresas, que acabam incentivando a fidelização dos clientes ao estabelecimento e reduzindo possíveis desistências de compras. Afinal, quem nunca se esqueceu de cancelar um serviço e continuou pagando por ele mesmo sem usar durante meses?

Que tal saber mais sobre o mundo das finanças, tecnologia e inovação? Para isso, basta acompanhar as postagens em nosso blog, nos seguir nas redes sociais e escutar o podcast em nosso canal no YouTube e na plataforma de áudio Spotify!


Fontes:
https://www.ecommercebrasil.com.br/artigos/pagamentos-invisiveis/

Nossas Redes Sociais

Siga-nos para mais conteúdos

Faça parte da nossa Newsletter!

Posts Relacionados

Inscreva-se em nossa Newsletter!

Esteja sempre por dentro dos conteúdos mais importantes do mundo das fintechs e do mercado financeiro!​

Já está indo? Que pena!

Antes, inscreva-se em nossa newsletter e esteja sempre atualizado sobre o mundo de finanças, tecnologia e inovação!