Open Banking: conheça as novas possibilidades que o sistema aberto trará ao mercado

Leitura: 4 min Mais transparência, menos custos e muitas alternativas são vantagens do sistema.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on email

Muito tem se falado sobre esse assunto nos últimos meses. Não, desta vez não vamos falar sobre o Pix, mas de um outro sistema que promete múltiplas e novas possibilidades aos usuários. Hoje o assunto será Open Banking, e as mudanças que ele pode trazer ao mercado como um todo e às empresas do segmento financeiro. 

Caso você ainda não conheça essa novidade, nós vamos explicar rapidamente o que é o Open Banking. Como era de se esperar, a tradução de Open banking significa banco aberto ou sistema bancário aberto. Ele é um sistema de compartilhamento de dados entre bancos, fintechs e empresas que oferecem outros produtos ou serviços financeiros e que permitirá que sejam ofertadas novas soluções personalizadas de acordo com o perfil de cada cliente.

O Open Banking também é um passo significativo e definitivo para a digitalização dos serviços financeiros e bancários. Em sua primeira fase, que teve start dado pelo Banco Central em fevereiro deste ano, as instituições participantes disponibilizaram para o público informações padronizadas sobre as características dos produtos e serviços financeiros que já oferecem, e dos seus canais de atendimento.

Já a segunda fase, que encerrou em 15 de julho de 2021, foi o momento no qual os clientes puderam solicitar às instituições que possuem relacionamento o compartilhamento dos seus dados com outras que estão participando do sistema. De acordo com o BC, um dos benefícios desta fase será a possibilidade dos clientes receberem ofertas de produtos e serviços personalizados, com custos mais acessíveis e de maneira mais ágil e segura.


Um mar de oportunidades

É neste período que as oportunidades surgem para empresas que atuam de alguma forma com serviços financeiros. De acordo com uma pesquisa realizada pela empresa PwC, existe a estimativa que o Reino Unido, outro país que está aderindo ao Open Banking, gere mais de 7 bilhões de libras em novas receitas até 2022, graças à implementação de um sistema financeiro aberto.

Além disso, a pesquisa também detectou que cerca de 71% das pequenas e médias empresas devem aderir ao Open Banking. Espera-se que no Brasil ocorra um movimento muito parecido, já que a iniciativa visa questões como novos modelos de negócios, inclusão de segmentos, maior transparência para os usuários dos serviços e produtos, além de outros benefícios.


E as empresas, como podem se beneficiar com o Open Banking?

O Open Banking busca incentivar a inovação e aumentar a competitividade no mercado de serviços e produtos financeiros. E isso não irá beneficiar apenas os clientes das instituições financeiras, mas também as empresas. De acordo com uma publicação no site da plataforma Zoop, para os clientes surgem os seguintes benefícios:

  • Ampliação para montar a sua própria cartela de soluções financeiras;
  • Maior acesso a soluções e redução de custos;
  • Portabilidade para outras instituições financeiras sem burocracia. 


Mas e para empresas, quais são as vantagens de aderir ao Open Banking? Bom, além de você e sua empresa não ficarem para trás em um mercado que passa por processos evolutivos quase que diariamente, surge uma gama de novas oportunidades para crescimento e captação de público. Entre as oportunidades para empresas destacam-se:

  • Atender consumidores de diferentes camadas;
  • Geração de incentivo na criação de novas soluções personalizadas;
  • Processos ágeis e com menos custos operacionais;
  • Geração de novas fontes de receita.


Com a aderência do Open Banking pelas empresas é criada a chance de ampliar o leque de atendimento. Com o surgimento das fintechs, e agora com a implementação do Open Banking, empresas que disponibilizam produtos e serviços financeiros aos clientes, tais como as varejistas, poderão competir de forma mais igualitária com as grandes instituições.

Antes, os bancos tradicionais “aprisionavam” os dados dos clientes, algo que dificultava uma nova relação com outras instituições. Agora, quem oferecer melhores serviços e produtos ganhará novos clientes, colocando um fim ao monopólio bancário, e abrindo espaço para que empresas menores de serviços financeiros possam apresentar suas soluções aos usuários.

O Open Banking chegou para promover mudanças no sistema financeiro brasileiro e abrir novas oportunidades às empresas, e ainda melhorar os serviços prestados aos clientes. Não adequar seu negócio às inovações que acontecem é parar no tempo e permitir que outros encontrem as soluções para os seus clientes.

Nós, da Phi, queremos te ajudar a seguir em frente e crescer cada dia mais. Fique ligado em nossas redes sociais e nas postagens em nosso blog. Acesse o nosso site e descubra infinitas oportunidades para você e sua empresa. Vem com a Phi! 🚀


Fontes
https://administradores.com.br/artigos/as-oportunidades-do-open-banking-para-bancos-e-fintechs
https://www.bcb.gov.br/estabilidadefinanceira/openbanking

[ebook] A Revolução do Banking chegou!

7 inovações do banking que vão impulsionar sua empresa

Nossas Redes Sociais

Siga-nos para mais conteúdos

Faça parte da nossa Newsletter!

Posts Relacionados

Inscreva-se em nossa Newsletter!

Esteja sempre por dentro dos conteúdos mais importantes do mundo das fintechs e do mercado financeiro!​