menu

Com soluções completas para transformação digital no setor financeiro, empresa cresce com consistência e angaria clientes de diversos tamanhos e nichos.

A Phi é a fintech da 4all, um hub de tecnologia desenvolvido sobre a tese de business de plataforma, ou seja, construída sobre uma estrutura que une ferramentas de dados voltadas para o conhecimento do cliente, uma área de meios de pagamentos digitais de pouco atrito e uma apresentação de seus produtos em uma lógica de marketplace personalizada, entregando o produto correto, na hora correta, pelo meio correto.
No primeiro momento, a solução 4all envolvia o business de plataforma de fintech, de data driver, de marketplace e de transformação digital. Na medida em que surgiram as oportunidades para a criação de negócios mais especializados, como a Ground, a Share Eat e a Uhuu, as soluções de plataforma, como a Phi e a Íris, passaram a atender não somente o hub, mas também a oferecer serviços para o mercado.
Atualmente, a Phi atua como um pilar de pagamento que permite a integração dos serviços e soluções entre as empresas que dividem o ecossistema e demais parceiros e clientes.

O que a Phi faz

Com o conceito de fintech as a service, a Phi possibilita que qualquer empresa tenha sua própria fintech e tem como principal objetivo oferecer a sua plataforma para a aceleração de negócios relacionados ao mundo financeiro. “Nós potencializamos negócios que às vezes têm dificuldades, seja de captação de investimentos, seja no hall tecnológico, para conseguirem oferecer uma solução com a maturidade que nós já temos. Atualmente, a Phi possibilita que você crie o seu negócio ou que você comece a oferecer serviços de banking ou financeiros, independentemente do seu tamanho. Com o grande diferencial de ter agilidade para formular soluções de acordo com as suas demandas”, explica o CEO da Phi, Versione Mauro Souza Júnior.
Há cerca de dois anos a Phi se “emancipou”, e passou a ter uma identidade própria, ainda que permaneça dentro do hub. Hoje, além de atender aos negócios da 4all, a Phi também atende clientes importantes e protagonistas no cenário econômico brasileiro. “Somos a plataforma que atende a conta digital do Grupo Cosan, um dos maiores do país, e a Donus, a conta digital da Ambev para os micros e pequenos estabelecimentos. A nossa plataforma está proporcionando à Ambev deixar de ser somente uma distribuidora de bebidas para ser também uma geradora de soluções financeiras”, explica Versione.
Em dois anos, a Phi passou por algumas ondas de desenvolvimento e atualmente possui uma plataforma bem estruturada e robusta, com todos os certificados de compliance e segurança exigidos pelo mercado. O primeiro grande passo dessa caminhada foi atender esses dois grandes players protagonistas no mercado, o que representou um grande desenvolvimento e ao mesmo tempo um grande desafio. Em 2020 a meta (que já foi alcançada) era encontrar um modelo de negócio que atendesse também a empresas de pequeno e médio porte. “A gente tinha o desafio de construir uma oferta que fosse aderente à capacidade financeira, às expectativas e também no sentido de flexibilizar os serviços para as necessidades dos pequenos e médios negócios. Conseguimos desenhar um modelo muito eficiente, com o qual estamos tendo grande sucesso nessa evolução. Hoje eu diria que a nossa empresa, mais do que ser uma empresa de grandes clientes e grandes projetos, é uma empresa que tem ofertas disponíveis para todos os setores da economia”, explica o CEO.

A hora da revolução digital

O momento difícil que vivemos tem mudado a forma com que as empresas e os executivos veem o negócio e a tão sonhada transformação digital, que já é falada há mais de 20 anos e precisou acontecer. “Estamos em um momento de muita oportunidade, de muitos bons negócios. Estávamos preparados para isso e não temos dúvidas de que os próximos meses serão de muito trabalho e também de muita realização para todos nós. Temos um plano muito bem definido para expandir as nossas operações para fora do Brasil, estamos trabalhando de maneira muito consistente e temos certeza que esse será mais um objetivo atingido”, afirma Versione.

Sobre o Ceo

“Eu sou um profissional que tem 44 anos, fiquei um bom tempo no mercado tradicional. Eu ocupava cargos de diretoria em grandes empresas e já fazia um tempo que eu estava um pouco incomodado em não fazer parte transformação digital que eu vi acontecendo. Eu tenho uma relação com o Zé Renato e com o Ricardo Galho, que são os fundadores da 4all, de longa data, e quando eu tomei a decisão de fazer algumas movimentações na minha carreira eu vim para Porto Alegre e acabei me aproximando ainda mais deles, que me convidaram para fazer parte da empresa”, explica o profissional, que afirma ter tido um “amor à primeira vista” com a Phi. “Quanto mais eu convivo com a Phi mais eu fico motivado, não só com as oportunidades, mas principalmente com o time, que é extremamente comprometido e engajado, com uma capacidade de entrega absurda e que nos momentos difíceis mostra cada vez mais a sua força”, elogia Versione. Atualmente, a Phi tem cerca 100 colaboradores, a maioria deles em Porto Alegre, alguns estão em São Paulo, outros em Portugal ou na Espanha.

Phil

Blogger da Phi

Logo Phi

AVENIDA IPIRANGA, N° 6681
PRÉDIO 95A - TECNOPUC
PORTO ALEGRE / RS - CEP 90619-900
(51) 3021-2350 | ola@somosphi.com

4ALL 2018 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Logo Great place to work Logo 4all
Imagem de fundo do rodapé