menu

Facilidade e rapidez são as principais características desse tipo de sistema.

Quando colocamos um cartão na maquininha ou compramos algo pela internet, muitas vezes não temos ideia da quantidade de sistemas, funções e acordos envolvidos até o “aprovado” aparecer na tela. Aqui no blog nós já falamos sobre os arranjos de pagamento, as diferenças entre os tipos de cartão, como funcionam os links de pagamento e muitos outros temas, e uma coisa é unanimidade: oferecer praticidade e agilidade na hora dos clientes realizarem as compras é um dos aspectos fundamentais para o sucesso de uma empresa. Por isso, hoje vamos falar dos Gateways, mais um ponto importante quando o assunto é sistema de pagamento

“Um Gateway de Pagamento é uma interface que viabiliza a transmissão de dados entre os clientes, os comerciantes e os bancos durante os pagamentos da loja virtual”, explica publicação no site Traycorp. Ou seja, o Gateway atua como uma ponte que liga os clientes, as instituições financeiras e quem vai receber os pagamentos. A ferramenta possibilita o processamento de pagamentos on-line por meio de crédito, débito, transferências, boletos etc. Assim, ele é uma parte indispensável da estrutura do e-commerce

Um dos principais fatores que leva as empresas a optarem pelos Gateways é a integração simples com qualquer tipo de sistema. “Ao invés de diversas integrações complicadas com cada operadora e banco, você faz uma única integração com o gateway. Além disso, você pode implantar os meios de pagamento em quase qualquer tipo de sistema e criar um processo de checkout ou cobrança do jeito que precisar”, explica uma publicação no site Ecommercebrasil. Outros destaques trazidos pela publicação são: o atendimento profissional de qualidade; a facilidade para configurar os meios de pagamento e gerar relatórios financeiros de forma integrada; e os recursos avançados que podem ser ofertados, como Compra com um Clique, Pagamento com 2 cartões, Cobrança Recorrente, Conciliação Financeira e Estorno de Pagamentos.  

Entre as principais vantagens deste tipo de sistema estão: 

  • Simplificar a conexão da loja virtual com operadoras e bancos;
  • Adaptar-se a praticamente qualquer tipo de processo de cobrança;
  • Poder trabalhar com grande parte das principais bandeiras de cartão;
  • Controle efetivo sobre o fluxo de transações;
  • Transações mais ágeis;
  • Opções de pagamento diversificadas;
  • Mais segurança e proteção de dados.

Quanto custa ter um Gateway de Pagamento? 

Os pacotes de recursos e serviços variam muito. “Os planos de contratação normalmente são baseados em pequenas taxas fixas por transação, cobradas de forma pré-paga ou pós-paga com mensalidade, igual a telefone celular. Além disso, eventualmente é cobrada uma taxa de ativação”, explica a publicação no site Ecommercebrasil. Para saber qual Gateway é melhor para a sua empresa, primeiro é preciso analisar se a plataforma de sua loja virtual comporta a ferramenta de pagamento escolhida. Além disso, é preciso estudar as taxas cobradas por cada uma das partes envolvidas no processo, que inclui as administradoras de cartões e os bancos, fazendo um paralelo com a tarifa cobrada pelo gateway, e assim saber qual a melhor combinação para você.  

Quer saber mais sobre os meios de pagamento e descobrir quais as melhores opções para o seu negócio? Nós, da Phi, temos diversas soluções e um time supercapacitado para atender às suas necessidades! 

Fontes:

Phil

Blogger da Phi

Logo Phi

AVENIDA IPIRANGA, N° 6681
PRÉDIO 95A - TECNOPUC
PORTO ALEGRE / RS - CEP 90619-900
(51) 3021-2350 | ola@somosphi.com

4ALL 2018 - TODOS OS DIREITOS RESERVADOS

Logo Great place to work Logo 4all
Imagem de fundo do rodapé